sexta-feira, 4 de setembro de 2009

QUAL É O SEU LUGAR?

O capítulo 22 do Evangelho de Lucas nos apresenta o início dos últimos instantes de Jesus antes da agonia no Getsêmani, da prisão, do julgamento, morte e gloriosa ressurreição.Era tempo da páscoa (a festa judaica dos pães asmos) e os versículos 7 -13 nos mostram como tudo aconteceu; ficamos sabendo das instruções de Jesus sobre o lugar onde ocorreria a celebração da páscoa e dos preparativos (certamente que como de costume os discípulos providenciaram o cordeiro, os pães asmos, as ervas amargas e o vinho). Aquela seria a última páscoa que todos passariam juntos à mesa, por isso era muito especial. Cada um ocupou o seu lugar à mesa, ao lado de Jesus. Dos v.17-20 eis que Jesus intitui a Santa Ceia, pois ao tomar e partir o pão (v.19) diz que aquele era o Seu corpo que era partido por amor a eles e que deveriam, doravante, fazer assim, em memória dEle.Por semelhante modo, no v.2o tomou o cálice dizendo que "era a nova aliança do Meu sangue, derramado por amor de vós". Interessante por seu profundo significado com a instituição pascoal para os discípulos de Cristo, não mais o livramento dos filhos de Israel da escravidão do Egito, mas a nova aliança firmada pela irresistível graça e inexcedivel amor de Deus, que se consumaria logo no dia seguinte, com a entrega do Filho Unigênito de Deus, como cordeiro pascal, para ser imolado e vicariamente sacrificado, por cada um de nós (Jo 3.16). Mas esta mensagem não é sobre a páscoa e seu significado, nem sobre a Santa Ceia e sua importância para nós cristãos do mundo inteiro. Sobre o que é então? No v.21, de forma abrupta, eis que Jesus afirma que " a mão do traidor está comigo à mesa". E se seguiu certo tumulto, pois todos se perguntavam quem era esse traidor a que o Mestre se referia. E quando nos preparamos para ler mais sobre esse assunto, dada a sua importância e profundo significado espiritual, pois seria possível que após mais de três anos de convívio saudável e das incontáveis maravilhas, sinais e milagres, por todos ali presenciados, depois de terem experimentados do amor e da graça de Jesus, existir entre eles um traidor? Mas não, percebe-se que eles não demoraram muito tempo discutindo essa questão. Logo surgiu algo mais importante para os discípulos discutirem: quem dentre eles parecia ser o maior (v.23)! Como era possível? Ali na presença de Jesus, ocupando um lugar privilegiado e único, depois de ouvirem do Mestre que entre eles havia um que não era de confiança, inicialmente vemos até que quiseram saber mais, porém logo mudaram de assunto e se interessaram por saber qual era o maior dentre eles! Quem dentre eles ocupava o lugar mais elevado?Qual dentre eles era o maior?Jesus, então, passou a ensinar-lhes e nos ensina até hoje: que entre os homens a pessoa mais importante é o rei, ou aquela sobre quem recai mais autoridade e poder, a estes até são chamados de benfeitores. Mas entre eles - os discípulos - não era assim!(v.26). Ao contrário, no reino de Deus, o maior não é o que é servido, mas o que serve.E até aquele que governa, dirige, ou preside, deve ser como quem serve. E aí é chegado o momento culminante desta reflexão teológica (v.27) Jesus pergunta, quem é o maior? Quem está à mesa (para ser servido), ou o que serve?E Ele mesmo responde: claro que entre os homens o maior é o que está à mesa, para ser servido. Mas entre vocês, Eu sou aquele como quem serve. Que extraordinária lição de humildade e serviço nos dá o Senhor! Assim maior no reino de Deus não é aquele que detém o maior título (seja apóstolo,bispo,pastor, dirigente de ministério ou presbítero) mas aquele que serve mais! Maior é aquele que usa de generosidade e amor para lançar a luz de Deus sobre tantos e tantas... maior não é o mais fiel e legalista crente que conhecemos, maior não é o que vai a todos os cultos e é o maior dizimista da igreja, não! Maior é aquele que aprendeu com Jesus e simplesmente se dispõe a seguir com Ele "manso e humilde de coração", servo, mais que tudo, servo acima de tudo.Ceando com Jesus, saibamos todos que a posição de honra, o lugar de honra não é o de estar à mesa, pronto para ser servido, mas o que ocupa o lugar de servo. Na presença de Jesus, o meu lugar e o seu lugar, é no Senhor. É no Senhor que encontramos refrigério. É no Senhor o lugar onde os sonhos não se abortam. É no Senhor o lugar onde mesmo quando, para todos, estamos perdendo, aí é que ganhamos, pois somente com Ele e nEle somos mais que vencedores. Então, lugar de honra não é onde autoridades e pessoas de poder nos colocam, mas onde o Senhor nos eleva!Então, com Jesus, qual é o seu lugar? (Síntese da mensagem deste pastor levada à Comunidade no culto do domingo 30/08/2009).