Postagens

Mostrando postagens de Janeiro 17, 2010

COMO SERVO DEVO SIMPLESMENTE SERVIR, SEM ESPERAR POR ELOGIOS E RECOMPENSAS!

O Evangelho de Lucas (17.7-10) evidencia mais um momento na vida de Jesus em que Ele faz uso de parábola para ilustrar um determinado ensinamento que desejava trazer. O Mestre, em Sua infinita e divina sabedoria, extrai da vida diária palestina um exemplo específico de relação entre um senhor (proprietário de terras) e um servo, que lavrava o campo e cuidava do gado. Seu propósito era mostrar que eram equivocadas certas tradições e idéias rabínicas da época que apresentavam Deus como o Senhor que recompensa as menores coisas que fazemos, coisas essas que poderiam ser consideradas como expressão de justiça pessoal de quem pratica. Ao contrário, na relação entre um senhor e seu servo (ou escravo), somente existem obrigações da parte deste, enquanto que o outro (o senhor) recebe o serviço prestado pelo servo como mera obrigação, sem direito a elogio, ou recompensas. Nos versículos anteriores do capítulo 17 (v. 1-6) eis que Jesus fala aos discípulos sobre as inevitáveis ofensas (escândalo…