quinta-feira, 25 de setembro de 2014

O NOVO CÉU E A NOVA TERRA SÃO PROMESSA DE DEUS PARA OS DISCÍPULOS VENCEDORES

Em Apocalipse 21.1-8 há uma promessa explícita na Revelação do apóstolo João, como bem expressa o v. 7: " Quem vencer herdará todas as coisas, e eu serei Deus e ele será meu filho".
Que maravilhosa visão! Todo o texto referenciado é tão impactante que precisa ser desdobrado para que tenhamos clareza de seu entendimento e interpretação:
I -OS INIMIGOS DO CRISTÃO NA DIREÇÃO DA VITÓRIA:
1) O mundo e seus prazeres:
A advertência divina. - I João. 2. 15-17: “Não ameis o mundo, nem o que no mundo há. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele. Porque tudo o que há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida, não é do Pai, mas do mundo. E o mundo passa, e a sua concupiscência; mas aquele que faz a vontade de Deus permanece para sempre”.
2) O coração, que pode levar ao engano.
A verdade bíblica, - Jeremias 17.9: “Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e perverso; quem o conhecerá?”
Cuidado com seu entendimento, com seu conhecimento! Cuidado com as vaidades, cuidado com o engano. Ele pode ser fatal!
3) Os Espíritos do mal, os príncipes das trevas e as suas astutas ciladas:
Efésios 6.10-12: “No demais, irmãos meus, fortalecei-vos no Senhor e na força do Seu poder. Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para que possais estar firmes contra as astutas ciladas do diabo; porque não temos que lutar contra carne e sangue, mas sim, contra os principados, contra as potestades, contra os príncipes das trevas deste século, contra as hostes espirituais da maldade, nos lugares celestiais”
II – SOZINHO O CRISTÃO NÃO VENCERÁ. PORTANTO, PRECISA DE AJUDA.
 1. PRIMEIRA PRÁTICA QUE AJUDA: Oração e Jejum
A oração e o jejum são a chave, nas mãos da fé, que removem os maiores obstáculos.
As maiores batalhas, as mais difíceis lutas foram ganhas de joelhos, com oração e jejum.
I Tessalonicenses 5.17:” Orai sem cessar”.
Romanos 12.12: “Alegrai-vos na esperança, sede pacientes na tribulação, perseverai na oração.
Lucas 21.36: “Vigiai, pois, em todo o tempo, orando, para que sejais havidos por dignos de evitar todas essas coisas que hão de acontecer e de estar em pé diante do Filho do Homem”.
2 Crônicas 7.14: “Se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face, e se converter de seus maus caminhos, então, eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra”.
Joel 2.12: “Ainda assim, agora mesmo, diz o Senhor: Convertei-vos a mim de todo o vosso coração; e isso com jejuns e com choro, e com pranto”.
2. SEGUNDA PRÁTICA QUE AJUDA: Apossar-se das Promessas
a) ADMITIR QUE DEUS GUARDA E PROTEGE OS SEUS
 Isaías 43.1,2: “Mas, agora, assim diz o Senhor que te criou, ó Jacó, e que te formou, ó Israel: Não temas, porque eu te remi (te resgatei, te libertei) chamei-te pelo teu nome; tu és meu. Quando passares pelas águas, estarei contigo, e, quando pelos rios, eles não te submergirão; quando passares pelo fogo, não te queimarás, nem a chama arderá em ti”.
Salmo 46.1,2: “Deus é o nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente na angústia. Pelo que não temeremos, ainda que a terra se mude, e ainda que os montes se transportem para o meio dos mares”.
 b) ADMITIR QUE RESISTIR É PRECISO, POIS NAS AFLIÇÕES TEMOS COMPANHIA
 I Pedro 5.8,9:Sede sóbrios – fiquem alertas – vigiai, porque o diabo, vosso adversário anda ao derredor, bramando como um leão, buscando a quem possa tragar; ao qual resisti firmes na fé, sabendo que as mesmas aflições se cumprem entre os vossos irmãos no mundo”
III – NO FINAL DA CAMINHADA, A CERTEZA DA RECOMPENSA EM CRISTO 
1.    Uma herança gloriosa
I Pedro   5. 4:” E quando aparecer o Sumo Pastor, alcançareis a incorruptível coroa da glória”.
2.    Uma herança eterna
Apocalipse 2.26-28:E ao que vencer e guardar até o fim as minhas obras, eu lhe darei poder sobre as nações. E com vara de ferro as regerá; e serão quebradas como vaso de oleiro; como também recebi de meu Pai, dar-lhe-ei a estrela da manhã”.
Portanto, suporte e atravesse o deserto atual que pode estar atravessando, sabendo que no final da caminhada há esperança, há novo céu e nova Jerusalém à espera dos vitoriosos em Cristo Jesus! Glória a Deus, por isso! (Reflexão com base em mensagem anunciada na Comunidade, por este pastor, no culto de domingo 21/09/2014).