Postagens

Mostrando postagens de 2015

É NATAL: MAS ESTAMOS COMEMORANDO O QUE, E DE QUE FORMA?

Sabe-se que o nascimento de Jesus não ocorreu em 25 de dezembro. Mas isto não seria tão importante, se nesta data, todos celebrassem e se alegrassem por seu sentido e significado, pois Yeshua Ha Mashiach, Jesus o Messias, nasceu. Mais do que me posicionar contra a data, desejo me concentrar na razão exata pela qual Ele veio ao mundo.  No nascimento, um anjo trouxe uma mensagem aos pastores de Belém, de forte impacto e interesse universal.  Lucas 2.10 cita o anúncio: “Não temam, porque eis aqui que lhes trago novas de grande alegria, que será para todo o povo: pois, na cidade de Davi, nasceu hoje o Salvador, que é Cristo, o Senhor”.  Deus se tornou homem e habitou entre nós. E por que fez isso?  As Escrituras Sagradas – desde séculos antes- já enfatizavam a necessidade de um Salvador para o mundo.  Essa promessa de redenção anularia os efeitos nefastos do pecado sobre a humanidade. Pela queda do primeiro casal, no Éden, todos passaram a andar no caminho da ilusão, do engano e do erro.  Em Jesu…

OBEDECER A DEUS E SUA LEI GERA BENÇÃO, DESOBEDECER PRODUZ MALDIÇÃO

Em Deuteronômio 28 há 68 versículos; no capítulo inteiro são destacadas as bênção sobre quem obedece a Lei e as maldições sobre quem desobedece. Interessente é observar e destacar que existem,apenas, 14 versículos sobre BÊNÇÃOS, mas há 54 versiculos sobre MALDIÇÃO provocadas pela desobediência. No capítulo anterior, 27, a partir do v.11 ficamos sabendo que Moisés separou as 12 tribos em dois grupos de 6 e determinou que passado o rio Jordão  as tribos de Simeão, Levi, Judá, Issacar, José e Benjamim, subissem o monte GERIZIM e que os membros representantes das tribos de Rúben, Gade, Aser, Zebulom, Dã e Naftali, subissem o monte EBAL. Barách - "abençoar" significa RECEBER PODER E AUTORIDADE PARA SER BEM-SUCEDIDO E PRÓSPERO. Kalal - "amaldiçoar" significa o oposto de abençoar, ou seja, TIRAR A ESSÊNCIA DA VIDA DE ALGUÉM, ESVAZIAR, DESNUTRIR. Os nomes dos montes nos dizem muito deste momento na vida do povo hebreu: Ebal, de onde viriam o anúncio das maldições sobre os desob…

AS MUITAS BATALHAS ESPIRITUAIS DO DIA-A-DIA!

Em Efésios 6.10 -24 eis que Paulo nos ensina que:
A batalha diária dos filhos de Deus é espiritual, não física ou corporal.
A batalha contra a humanidade surgiu no Éden e tem sido contínua de geração em geração, e irá até o fim dessa dispensação sem dar tréguas a nenhum ser humano.
Para combater um inimigo, seja estrategista e procure conhecê-lo, em especial suas armas e artimanhas.
Preparando-se para as batalhas diárias, NÃO PERCA O FOCO, saiba que a paz de Deus, a partir da Cruz de Cristo é a única esperança da humanidade. 
I – O INIMIGO NOSSO DE CADA DIA (v. 10-12):
Três características são marcantes na vida de nosso inimigo:
PODER
Que poder ele possui? 
Em especial ele possui
PODER DE ARGUMENTAÇÃO (com isso ele quebrou a comunhão do primeiro casal com o Criador – Gênesis 3.1-14). 
PODER DE ILUSÃO (iludiu o rei Saul, em 1 Samuel 28).
PODER DE POSSESSÃO (maltratou um jovem, deixando-o quase morto – Marcos 9.39)
MALDADE
Tiago afirma que toda guerra e contenda está dentro do homem e isso é produzid…

JESUS DIANTE DA TRAIÇÃO E DA NEGAÇÃO!

Lucas 22.47-62 descreve dois momentos impactantes na vida de Jesus. Afinal, são momentos em que se decepciona com a atuação de dois de Seus discípulos: Judas e Pedro. Vejamos a atitude e o comportamento do Messias em relação aos dois discípulos, a Judas que O traiu, e a Pedro, que O negou. Ambos tiveram atitudes pecaminosas diante do Filho de Deus. O pecado do primeiro foi premeditado. Há dias ele vinha matutando sobre isso, procurou os sacerdotes, combinou como se daria a entrega e qual seria o montante de dinheiro que queria pelo serviço da traição. Entre o momento da conversação e a realização do feito, horas se passaram. Então, tudo aconteceu conforme o combinado. O pecado de Judas foi por apostasia – SEPARAÇÃO PERMANENTE DE CRISTO PELA MALIGNIDADE DE CORAÇÃO. A traição selou a apostasia de Judas e foi seguida de REMORSO SEM PROVEITO. O pecado de Pedro – NEGAÇÃO – expôs sua CONDIÇÃO DE FRAQUEZA, e levou-o a um ARREPENDIMENTO PIEDOSO que o aproximou – ainda mais – de Jesus. I – A TR…

JESUS, O PRÍNCIPE DA PAZ , VEIO VEIO TRAZER DIVISÃO ÀS FAMÍLIAS?

Paulo afirma que a “paz de Cristo excede a todo o entendimento humano”, mas quando lemos Mateus 10.34-35, vemos Jesus afirmar: “Não penseis que vim trazer paz à terra. Não vim trazer paz, mas espada. Pois eu vim trazer divisão entre o homem e seu pai, entre a filha e sua mãe, entre a nora e sua sogra. Assim, os inimigos do homem serão os seus próprios familiares”. O que Jesus quis dizer com isso, afinal? Esta afirmação tem provocado muita confusão no meio cristão. Ora, se Jesus, também, afirma que bem-aventurados são os pacificadores, por que agora parece contradizer-Se dizendo que Ele mesmo veio trazer discórdia em vez de paz? E o mais grave: esta discórdia teria como cenário a família. Afinal, o que significa trazer espada e divisão na família? Aonde é que Ele queria chegar com uma declaração como essa? Jesus estava, apenas, deixando Seus discípulos de sobreaviso. O fato de segui-lo provocaria efeitos colaterais imediatos e momentâneos, que atingiriam inclusive seus relacionamentos f…

O JEJUM QUE AGRADA A DEUS!

O capítulo 58 do livro de Isaías descreve tempos difíceis em Israel e sustenta que o povo estava jejuando, mas não obtinha respostas de Deus e se perguntava, por quê? Todo o texto é muito esclarecedor, vamos, pois, por etapas, procurar entender o que a Palavra de Deus nos revela sobre jejuns e atitudes que agradam ou que não agradam ao Senhor. Muitos são os que jejuam mas sentem que não obtêm respostas de Deus. Jejum é abstinência de alimentos, mas somente isso não basta para Deus. De que se agrada, então, o Senhor? A resposta é esclarecedora da parte de Deus. Muitos são os que quando jejuam cuidam de seus próprios interesses, cuidam que os outros façam o seu trabalho (oprimem e escravizam). Quando jejuam para contendas e rixas o fazem, querendo impor suas vontades e, assim, brigam, discutem, tentam impor sua justiça. O jejum que o Senhor escolhe (v.6), aquele jejum que Lhe agrada, é aquele em que o pecador: - salta as ligaduras e amarras da impiedade (ou seja, deixa sua raiva, seu ódio, s…

QUANDO A MORTE GERA VIDA!

João 12.20-26 descreve um encontro de Jesus com gregos, que queriam vê-lo (v.21b); na ocasião, Ele lhes fala sobre Sua morte e glorificação, que estava próxima. Para ensinar sobre morte e vida, conta-lhes a parábola do grão de trigo.  Para que haja colheita, o grão de trigo precisa ser lançado na terra e morrer.  Por si mesmo, o grão de trigo não germina; mas, se cair na terra, a natureza o multiplica, e da morte surge a vida.  Usando uma lei natural, Jesus ilustra o que acontece no mundo espiritual.  Somente se o grão for enterrado, o gérmen pode brotar e produzir folha, talo e espiga. A morte resulta em vida, liberando o poder vital interior que a casca, até então, esconde. Esse poder vital multiplica-se em muitos grãos, gerando colheita abundante.  A lei espiritual da vida surge da morte a este mundo. Se a vida for, por si mesma, valorizada e amada, estará perdida!  Egoísmo e impiedade nunca resultam em colheita aprovada por Deus.  Mas se a vida está perdida no bem-estar dos outros, então,…

HOMEM NATURAL x HOMEM ESPIRITUAL x HOMEM CARNAL

Em 1 Coríntios 2.14,15 o apóstolo Paulo afirma que há dois tipos de humanos. Nasce-se homem ou mulher; ambos têm uma centelha de Deus – pois foram criados por Ele – constituídos por corpo e alma (centro dos sentimentos, emoções, sentidos, vontade), mas o espírito que possibilita ter uma relação com Deus, não está ativado, já que os conecta com o Espírito Santo, e ainda com Ele não têm comunhão.  Eles são naturalmente humanos, crescem, tornam-se adultos e não compreendem as coisas de Deus, pois lhes parecem loucura.  E não podem entendê-las, porque coisas espirituais só se discernem espiritualmente.  Mas quando se relacionam espiritualmente com Deus, tornam-se eles espirituais e podem discernir bem todas as coisas.  Daí a grande dificuldade que a maioria das pessoas tem, não conseguem entender como nós – discípulos de Cristo – vivemos distante do que é valorizado, naturalmente, pelas pessoas: as festas, as bebidas, as baladas, o carnaval, a pornografia, as drogas, a ostentação, a corrupção,…

O PERDÃO E A LIBERAÇÃO DAS BÊNÇÃOS DE DEUS!

Por que é tão difícil, às vezes, perdoar? Todos querem ser abençoados, mas muito poucos aceitam perdoar a quem, por alguma razão, o ofendeu ou prejudicou. Saiba que há uma relação bem direta entre a bênção e o perdão! Quem quiser que a bênção prossiga e seja abundante em sua vida deve perdoar, porque, à medida que perdoar, será perdoado (Lucas 6.37). Uma das palavras para perdoar, encontradas na Bíblia, é "apoluo", que no grego significa "soltar, deixar ir, cortar as correntes, liberar". O contrário de perdoar é "prender, reter". Quando você não perdoa ao outro, está retendo a bênção na vida dele. Perdoe, então, a quem ofendeu você, e de igual forma, peça perdão a quem você ofendeu, para que as bênçãos de Deus não sejam impedidas ou retidas, mas sim liberadas! Reflita sobre isso e perdoe...... e no Senhor, aguarde, pois, as bênçãos, que até agora estavam retidas, jorrarão como cachoeira sobre você! Quem verdadeiramente ama, perdoa! À todos vocês, leitores d…

COMO DEVE SER IDENTIFICADA A IGREJA QUE DERIVA DOS ENSINAMENTOS DE CRISTO?

A Igreja de Cristo deve ser aquela em que são evidenciados dois pontos centrais: o amor a Deus, o que nos leva a buscar incessantemente a salvação; e o amor ao próximo, o que nos leva a buscar incessantemente relacionamentos mais solidários e fraternos com todos. Tanto em um caso quanto no outro, o destaque deve ser a verdadeira conversão.  É preciso entender que o processo de conversão é mais do que a simples aceitação de Jesus como Senhor e Salvador.  Conversão é sinônimo de transformação – embora gradual e contínua -  que implique em mudança radical de vida.  Antes, não resistíamos ao pecado; agora, convertidos, o pecado continua a nos rondar, mas resistimos a ele, resistimos a Satanás e ele foge de nós.  Outro aspecto a considerar: Jesus não confirma a essência da teologia da prosperidade, posto que a palavra prosperidade assume um conceito bem mais amplo do que muitos entendem. Há prosperidade material, mas há, principalmente, prosperidade espiritual. Para Jesus, quem frutifica, espi…

" E DISSE DEUS: FAÇAMOS O HOMEM À NOSSA IMAGEM, CONFORME NOSSA SEMELHANÇA”... (Gênesis 1.26 e seguintes):

Ser imagem não é ser igual. Imagem é algo que é refletido, partindo –se de uma fonte de luz. Por exemplo, a sombra de uma pessoa é uma imagem refletida dela mesmo. A sombra não é a pessoa, apenas reflete suas características e particularidades como pernas, braços, cabeça, ... Quem é Deus? A Bíblia define Deus como Espírito. Deus não é dotado de corpo, matéria ou algo sólido. Não é também uma alma. É Espírito. É Espírito criador que não teve início e nem terá fim; é Aquele que sempre existiu. Ele é o Espírito que domina e cria. Sendo Deus Espírito, pode-se concluir que o homem, em sua essência, é também espírito. O homem como produto de Deus, é, em si, dotado de características espirituais. Lendo os demais versículos do ato da criação, em Gênesis, fica evidente que essa imagem e semelhança com Deus está relacionado ao fato de que o homem é espírito, exerce domínio e sujeição sobre a terra, pode criar; expressa amor e pode se comunicar com o Criador através da fé. A função de criar é al…

COMENTÁRIOS SOBRE O SIGNIFICADO DE AMÉM!

Você sabe realmente o completo significado da palavra AMÉM?
Normalmente aprendemos que significa "assim seja".
Mas no hebraico é bem mais que isso, à rigor, é muito mais que isso.
No hebraico é comum formar frases e palavras a partir de palavras.
Assim, amém é a abreviatura da frase ("El Mélech Neeman") que significa  "Deus, meu Rei, é Fiel", 
Por extensão, significa: " Deus, meu Rei, é Fiel para cumprir todas as promessas que fez a mim".

Entendeu você, agora, como é profundo o significado de Amém, muito mais que um simples, "assim seja", ou "isto mesmo", "é verdade"?

A ENTREGA DE JESUS NA CRUZ E A EXPRESSÃO DO AMOR DE DEUS POR CADA UM DE NÓS

Para sua leitura e meditação:
"Ele olhou ao redor da montanha e previu uma cena.
Três corpos pendurados em três cruzes. Braços estendidos.
Cabeças inclinadas para frente.
Eles gemiam por causa do vento.
Homens fardados estavam sentados no chão, perto dos três.
Homens com roupas de religiosos se afastaram para o lado... arrogantes, convencidos.
Mulheres envolvidas em sofrimento estão reunidas ao pé da montanha...
rostos marcados pelas lágrimas.
Todo o céu se levantou para lutar.
Toda a natureza se ergueu para o resgate.
Toda eternidade posicionou-se para dar proteção.
Mas o Criador não deu ordem alguma.
"Isso deve ser feito...", disse, e retirou-se.
O anjo disse outra vez: "Seria menos doloroso se..."
O Criador o interrompeu brandamente: "Mas não seria amor..."

(autoria desconhecida).

REJEITANDO OS VALORES E O PADRÃO DESTE MUNDO!

Em Romanos 12.2a o apóstolo Paulo enfatiza que não devemos nos conformar com este mundo, antes devemos nos transformar pela renovação do nosso entendimento, da nossa mente. De igual modo 1 João 2.15-17, o apóstolo João afirma que não devemos amar o mundo, nem o que no mundo há, pois se alguém ama o mundo, o amor de Deus não está nele. Pois tudo o que há no mundo, que se expressam nos desejos da carne, desejos dos olhos e na soberba da vida, não provém de Deus, mas do mundo. E afirma mais, que o mundo passa, e com ele, esses desejos, mas aquele que faz a vontade de Deus, permanece para sempre. Por outro lado, Efésios 5.8-17 o apóstolo Paulo nos ensina que antes nós éramos trevas (vivíamos na escuridão espiritual, sem discernir as coisas espirituais), mas agora somos Luz no Senhor, então, devemos andar COMO FILHOS DA LUZ. Pois o fruto do Espírito ESTÁ em toda a bondade, e justiça e verdade). Temos que viver aprovando o que é agradável ao Senhor. Assim, não devemos ter parte com as obras infr…