sábado, 26 de março de 2016

JESUS CURA DA CEGUEIRA E SALVA!

Marcos 10.46-52 relata o encontro de Jesus com Bartimeu, que além de cego era pedinte. Pouco sabemos sobre ele, mas por suas atitudes podemos conhece-lo melhor. Afinal, quem era ele? Ele era um cego do corpo, mas não da alma. Via coisas que nem Anás, nem Caifás, nem os escribas e fariseus chegaram a ver. Via pela fé a Jesus como o verdadeiro Salvador prometido. - Isaías 35.3-6.  Pela fé vira os assombrosos milagres de Jesus.  Era uma fé incipiente, mas robusta. - João 20.29. E onde estava ele? Ele não estava em casa, lamentando-se, estava ali. E ali era o lugar da oportunidade. O lugar em que Jesus passou e pela última vez. 
Você sabia que Jesus ainda passa entre os homens quando os amigos advertem, quando há exortações do pregador, quando há doenças e mortes. Tanto eu quanto você devemos nos assentar no lugar onde Jesus passa, onde se lê a Sua Palavra e se reúne Seu povo. Quem profana o Dia do Senhor, descuida-se da leitura da Palavra e recusa orar, não se assenta junto ao caminho onde Jesus passa. Mas o que Bartimeu queria mesmo? Que Jesus lhe abrisse os olhos do corpo. Para isso muitas foram as dificuldades que teve de enfrentar. Uns admoestavam-no a que não molestasse a Jesus. Outros mandavam-no calar-se. Estes não sabiam quão grande era a miséria de ser cego; ele sabia. É certo que as belezas naturais eram-lhe desconhecidas. 
Todos os que desejam ser salvos devem notar bem a conduta de Bartimeu. 
Como ele, não devemos nos importar com o que os outros pensem e digam de nós, nem com os escárnios e zombarias. - João 15.18-20. Outros dirão: "É muito cedo"; ou "Não abandones a religião dos teus pais" ; mas em tais ocasiões devemos clamar como Bartimeu. - Salmo 119.18. O conforto de Jesus. - v. 49. Grandes problemas ocupavam-lhe o espírito – ia a Jerusalém para morrer; no entanto, interrompeu a sua viagem para proporcionar conforto a um sofredor. Se no mundo não encontramos conforto e paz, o mesmo Jesus, que passa, nos diz: "Tende bom ânimo", "Vinde a Mim" e "Quem vem a Mim não o lançarei fora". E aí Jesus o cura. - v. 51, 52. Aquela mesma mão ainda está pronta a se estender para curar nossa cegueira espiritual. 
E o que fez Bartimeu? Antes de chegar a Jesus deixou tudo. - v. 50. Assim foi com os primeiros discípulos. De igual forma, ainda hoje devemos deixar tudo que nos impeça aproximar-nos de Cristo. Depois de obter a cura e a salvação, Bartimeu seguiu Jesus - v. 52.
Aquele que recebe graça de Jesus deve ir aonde quer que Ele queira conduzi-lo. O mesmo que lhe deu a vista não o enganará; estará com você "até o fim do mundo". 
Portanto, o que você deve fazer? 
Suplicar no mais íntimo de seu ser: Senhor, eu estou cego espiritualmente, pois não consigo mais te ver, então, abra os meus olhos! 
(Reflexão com base em mensagem anunciada na Comunidade, por este pastor, no culto de domingo 20/03/2016).