Postagens

Mostrando postagens de Outubro 9, 2011

A RESPEITO DOS QUE NÃO QUEREM SE ENVOLVER COM JESUS CRISTO

Mt 27. 11-26 descreve os momentos em que Jesus está de pé diante do governador romano Poncio Pilatos, submetendo-se a interrogatório, é setenciado à morte e em seguida é açoitado e entregue para ser crucificado. Na qualidade de governador e procurador romano (26 a 36 d.C), Poncio Pilatos exercia pleno controle sobre a província da Judéia, estando sob suas ordens o exército de ocupação composto por uma tropa de 2.500/ 5.000 homens. Ele tinha poderes de vida e morte, podendo condenar e reverter sentenças capitais. Nomeava os sumo-sacerdotes e controlava o templo e seu fundo monetário. As vestimentas sacerdotais estavam sob sua custódia, e só eram entregues em épocas de festas, quando o procurador vinha para Jerusalém. Para a história do cristianismo sua participação se resume à autorização da morte de Jesus Cristo. Flavio Josefo, historiador, afirma que Pilatos desviava dinheiro do templo e massacrou, sem motivos, alguns samaritanos. Pilatos era descrito, ainda, como homem servero, teim…