segunda-feira, 18 de abril de 2011

COM O QUE DEVEMOS OCUPAR A MENTE?

Um dos grandes desafios para o povo de Deus, aqueles e aquelas que aceitaram e que professam Jesus Cristo como Senhor e Salvador está em COM O QUE OCUPAR SUAS MENTES. Como são formados e gerados os pensamentos dos santificados para o Senhor? Em um mundo globalizado, onde os valores e princípios do capitalismo e do neoliberalismo imperam, onde se sobrepõem o individualismo, o egoísmo, a intolerância e a exacerbada ansiedade, como os que fogem dessas coisas devem ocupar seus pensamentos?
Muitas são as perguntas, mas há respostas para elas.
Sob a ótica de Deus, iremos nos deter em Fp 4.4-9 quando o apóstolo Paulo explora o assunto de forma bem detalhada e muito interessante.
Paulo está tomado de um sentimento de alegria e de mútua gratidão para com os filipenses que o haviam socorrido em momentos difíceis para ele; e dos filipenses para com Paulo, agradecidos pelo trabalho que havia realizado entre eles.
Após alguns agradecimentos e apelos para com alguns irmãos, no capítulo 4, temos a considerar algumas afirmações do apóstolo que merecem nossa melhor atenção.
ALGUMAS RECOMENDAÇÕES PAULINAS:
1) ALEGRAI-VOS SEMPRE NO SENHOR (v. 4), OUTRA VEZ DIGO: ALEGRAI-VOS.
Como é uma pessoa alegre, ou que apresenta atitudes de confiança e alegria? Você é assim?
2) SEJA A VOSSA MODERAÇÃO CONHECIDA DE TODOS OS HOMENS. PERTO ESTÁ O SENHOR (v. 5).
Como é uma pessoa moderada, ou que apresenta atitudes moderadas? Você é assim?
A NVI traduz aqui por AMABILIDADE, pessoas moderadas são pessoas amáveis, dóceis, tolerantes.
(Os que são do Senhor, mas resistem e não são, ainda, de todo, pessoas alegres, amáveis e moderadas, precisam mudar de temperamento!)
3) NÃO ANDEIS ANSIOSOS DE COISA ALGUMA; EM TUDO, PORÉM, SEJAM CONHECIDAS, DIANTE DE DEUS, AS VOSSAS PETIÇÕES, PELA ORAÇÃO E PELA SÚPLICA, COM AÇÕES DE GRAÇAS (v. 6).
A ansiedade somente prejudica e pode levar à depressão e ao desespero. É preciso extirpá-la, pois ela corrói e a tudo destrói. A ansiedade destrói a esperança, a fé, a comunhão; faz cessar até o respeito, a gratidão e o amor.
Assim, uma pessoa ansiosa, exacerbadamente ansiosa, prejudica a si e aos outros e desagrada a Deus. Sua ansiedade se revela aos olhos do Senhor como algo que é fruto da falta de fé nEle, em Seu poder, Sua autoridade e Seu amor de Pai que supre as necessidades dos filhos. Então - saibamos todos nós - a ansiedade desagrada a Deus e por isso Jesus insistiu em ensinar e o apóstolo Paulo se mostrou preocupado em instruir, também!
4) E A PAZ DE DEUS, QUE EXCEDE TODO O ENTENDIMENTO, GUARDARÁ O VOSSO CORAÇÃO E A VOSSA MENTE EM CRISTO JESUS (v. 7).
VEJAM BEM: se sou alegre, amável, moderado, não ansioso ao extremo, então, é fácil chegar e se instalar a Paz de Deus sobre mim. Se, ao contrário, fico tristre e irado pelas coisas que estão acontecendo, se me impaciento e fico irritado e triste pelo que vem ocorrendo comigo ou contra mim, se ajo impulsivamente, se guardo rancor e mágoas e não consigo perdoar.. não somente minha saúde física, mas a mental estará  comprometida. Ou seja: quem assim procede, tem sua saúde espiritual seriamente comprometida e pode perder a comunhão, tanto com a igreja quanto com o próprio Senhor.
EM QUE DEVE O DISCÍPULO DE CRISTO PENSAR, ENTÃO?:
No v. 8 o apóstolo orienta sobre com o que cada um deve ocupar a mente e os pensamentos para que todos continuem em comunhão, uns com os outros e todos com Cristo:
NOSSA MENTE E NOSSO PENSAMENTO DEVEM SER OCUPADOS POR:
1) TUDO O QUE É VERDADEIRO: que não haja, então, meias verdades, falsidades ou enganos; a verdade, sempre a verdade, deve pautar a conduta do discípulo fiel!
2) TUDO O QUE É RESPEITÁVEL (nobre, na NVI): que não haja, então, falsidades, impurezas e indignidades entre nós!
3) TUDO O QUE É JUSTO (correto, na NVI): que não haja, então, pré-julgamentos e partidarismos, mas que a correção e a justiça prevaleçam em nossos pensamentos no caminhar diário!
4) TUDO O QUE É PURO (aquilo que não está contaminado): que não nos contaminemos com as impurezas, ao falar, ao vestir, ao andar e ao tratar pessoas, realizar compromissos e assumir encargos e tarefas!
5) TUDO O QUE É AMÁVEL: que sejamos mais tolerantes e afáveis, mesmo com os ignorantes e grosseiros que nos cercam e marcam com sua estupidez e intolerância!
6) TUDO O QUE É DE BOA FAMA: que sejamos e possamos agir sempre mais transparentes e verdadeiros, que sejamos conhecidos pela Paz de Cristo que nos motiva a prosseguir e a dar bom testemunho, mesmo convivendo com pessoas falsas e hipócritas, que passam por pessoas verdadeiras e de bem, mas que se revelam áspides traiçoeiras e que injetam venenos, geralmente às escondidas. Os que praticam o bem, percebem que suas ações produzem boa fama, e fazem com que pessoas os tenham como exemplo e se motivem a seguirem Jesus.
Portanto, nestas e em todas as coisas que apresentam virtude e louvor, devemos ocupar a nossa mente e o nosso pensamento!
(NVI= SE HOUVER ALGO DE EXCELENTE OU DIGNO DE LOUVOR, PENSEM NESSAS COISAS)
Então, em que não devemos ocupar a nossa mente e o nosso pensamento?
Não pode ser em fofocas, mentiras, leva-e-traz, falatórios inúteis, mexericos, acusações sem comprovações, iras e raivas incontidas, impurezas, grosserias, palavrões e gritarias. Sejamos mais amáveis e amorosos, moderados, calmos, contendo a ansiedade e sendo discípulos de Cristo; posto que Ele foi, é e será sempre doce e compassivo, manso e fiel. Sejamos, então, assim como o Mestre!
Para encerrar, reforço as palavras de Paulo: Ponham em prática tudo o que aprenderam, receberam, ouviram e viram em mim. E o Deus de Paz esteja com vocês! (Reflexão com base em sermão proferido na Comunidade, por este pastor, em culto de domingo 17/04/2011).