Postagens

Mostrando postagens de Dezembro 15, 2013

A RESPEITO DOS QUE FOGEM!

Marcos 14. 43-53 nos mostra os instantes decisivos que marcam a prisão de Jesus no Getsêmane. Ficamos sabendo pela descrição que Judas, um dos doze discípulos, chega a Jesus, da parte dos principais dos sacerdotes, e dos escribas, e dos anciãos, e com ele, os guardas do templo comandado pelo Sinédrio e pelos servos do sumo-sacerdote, além de uma multidão com espadas e porretes. Ato contínuo, como havia combinado que beijaria aquele que deveria ser preso, Judas assim faz. Mas também pronuncia as palavras “Rabi, Rabi”, para não haver dúvida, pois aquele era o mestre. Sem oferecer resistência alguma, Jesus responde à multidão enfurecida indagando: por que vinham até ele com espadas e porretes a prendê-lo como a um salteador; não estivera todos os dias com eles, ensinando-os no templo, por que, então, não o prenderam, antes? E o que mais assistimos, conforme a narrativa de Marcos? I – OS QUE ESTAVAM COM JESUS FUGIRAM – v. 50. Com Jesus estavam os onze discípulos – pois Judas se retirara ante…