REFLEXÕES PASTORAIS COM GRAÇA

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

O PERIGO DA INCREDULIDADE E DA DESOBEDIÊNCIA !

Em Hebreus 3.1-4.16 o autor da epístola exorta que Jesus Cristo é superior a Moisés, além de ser o nosso Apóstolo e nosso Sumo Sacerdote.
Como Apóstolo, Cristo é o representante de Deus para Seu povo.
Como Sumo Sacerdote, Cristo é o representante do povo diante de Deus.
Cristo é mais digno de glória do que Moisés, pois Moisés era apenas um servo, sendo ele mesmo membro da casa.
Em contraste, como Deus, Cristo é tanto o edificador quanto o Senhor da casa. Cristo é o cumprimento de tudo que Moisés prenunciou.
O autor de Hebreus testemunha a inspiração do Antigo Testamento atribuindo a citação do Salmo 95 ao Espírito Santo.
Usando o conhecido e trágico fracasso dos israelitas no deserto como exemplo, adverte solenemente a seus leitores do perigo da descrença (1 Coríntios 10.1-13).
O espírito de desobediência deles resultou na ira de Deus, e isso fez com que Ele os excluísse da entrada no repouso prometido- no deserto de Canaã, agora, da Nova Canaã, a Nova Jerusalém (Apocalipse 21.1-22.5). 
v. 12 – 13. Infiel deriva de um coração mau, que é causado pelo engano do pecado.
O autor de Hebreus vê o abandono da fé como um afastamento de Deus.
O estímulo constante em meio a uma sociedade zelosa ajudará os crentes a permanecerem fiéis.
v.14-15.  Compartilhar de Cristo exige a fé contínua, e não uma experiência única.
Os que não entraram em Canaã – A TERRA PROMETIDA – foram os que cometeram o pecado da desobediência... v. 18
E não puderam entrar por causa de sua incredulidade! v.19.
4.1. O fracasso de Israel entrar em Canaã torna-se uma advertência solene, PARA QUE OS CRISTÃOS CONFESSOS FALHEM AO ENTRAR NO REPOUSO QUE DEUS PROMETEU.
Em um certo sentido esse repouso pode ser, também, seguindo alguns estudiosos como um futuro lugar celeste - (Apocalipse 21.1-22.5). 
Outros estudiosos afirmam que REPOUSO descreve a experiência presente do crente que se rendeu completamente à autoridade do Senhor e é totalmente controlado pelo Espírito Santo.
v.2 . NÃO BASTA APENAS OUVIR O EVANGELHO; DEVE-SE TAMBÉM ACREDITAR NELE.
NÃO BASTA ACREDITAR NELE, TEM QUE POR EM PRÁTICA!
v.3,4. os que acreditam são aqueles que entram no REPOUSO dEle, diferentemente do que aconteceu com os israelitas infiéis.
As obras acabadas desde a fundação do mundo parecem se referir às obras da criação de Deus.
v.5-9. Através de Davi – Salmo 95.7,8, Deus prometeu OUTRO REPOUSO, que a Igreja fracassou em desfrutar – o repouso que é encontrado em Cristo.
v. 10. Da mesma forma que Deus repousou de Sua obra de criação, aquele que confia em Cristo REPOUSA no que Deus fez por ele. Ele parou de tentar alcançar a salvação através de seus próprios esforços e, na vida cotidiana, começou a aprender uma dependência com base na ajuda do Espírito Santo.
v. 11– 14.  Duas grandes provisões estimulam o crente em sua fé:
1) a PALAVRA DE DEUS, que revela se a pessoa está levando uma vida com base na alma ou no espírito;
2) o MINISTÉRIO DE CRISTO, nosso SUMO SACERDOTE, que é capaz de nos levar a uma comunicação imediata com Deus.
(COMPREENDENDO RHEMA E LOGOS:
A PALAVRA DE DEUS É VIVA E EFICAZ - Aqui a palavra é LOGOS (grego) que indica geralmente a expressão de toda uma ideia e é usada em referência às Escrituras Sagradas.Contrasta com RHEMA que geralmente se refere a uma PALAVRA FALADA ou DADA. Ao enfrentar uma situação de necessidade, julgamento ou dificuldade, as promessas de Deus podem se tornar RHEMA par você; isto é, uma arma do Espírito, “a Palavra de Deus”. Sua autoridade vem da “palavra”, vem da Bíblia –a Palavra de Deus – o logos completo).
v.15. Um estímulo especial de LEALDADE é a SIMPATIA HUMANA DE NOSSO GRANDE SUMO SACERDOTE.
v. 16.  Cheguemos COM CONFIANÇA – com FÉ – ao TRONO DA GRAÇA, para que possamos alcançar MISERICÓRDIA e achar GRAÇA para que SEJAMOS AJUDADOS EM TEMPO OPORTUNO, ou seja, quando passarmos necessidades e estivermos precisando de ajuda! Glória a Deus, por isso! (Reflexão com base em mensagem anunciada no culto de domingo 22/02/2015).