sábado, 2 de abril de 2016

ELE VIVE....!

Cristo viveu entre nós disposto a ser o maior exemplo de amor e verdade que a humanidade conheceria. Mas sua proposta não foi entendida por muitos. Ele foi condenaram e crucificado. Houve dor, angústia e escuridão. 
Por três dias, o sol se recusou a brilhar, a lua se negou a iluminar a Terra. Mas ao ao terceiro dia, a vida aconteceu. A Páscoa cristã existe para nos lembrar deste espetáculo inigualável chamado ressurreição. Acreditar na ressurreição de Jesus é uma condição de existência: somente faz sentido ser cristão porque se acredita que Jesus está vivo, triunfou da morte, ressuscitou, e é, para todos os humanos, o único mediador entre Deus e os homens. 
A fé na ressurreição de Jesus é algo essencial para o cristão, por isso Paulo declarou: “Se Cristo não ressuscitou, a nossa pregação é vazia, e vazia também a vossa fé” (1Co 1.14).
A ressurreição de Cristo não é apenas o milagre de um cadáver reanimado.
Não se trata do mesmo evento que ocorreu com outros personagens bíblicos como a filha de Jairo ( Mc 5. 22-24) ou Lázaro (Jo 11. 1-44), que foram trazidos de volta à vida por Jesus, mas que, mais tarde, num certo momento, morreriam fisicamente. A ressurreição de Jesus marcou algo totalmente novo - uma vida já não sujeita à lei do morrer e do transformar-se - mas situada para além, posto que inaugurou uma nova dimensão de ser homem.
Jesus ressuscitado não voltou à vida normal que tinha neste mundo. Isso aconteceu com Lázaro e outros mortos ressuscitados por Ele. Mas Jesus partiu para uma vida diferente e nova. Ele partiu para Deus, e é a partir daí que Ele se manifesta aos  seguidores e discípulos. A ressurreição de Cristo é um acontecimento dentro da história que, ao mesmo tempo, rompe o âmbito da história e a ultrapassa.
Portanto, a ressurreição de Cristo não se reduz à revitalização de uma  pessoa qualquer. Com ela foi inaugurada uma dimensão que interessa a todos seres humanos, uma dimensão que criou para os homens um novo âmbito da vida, o estar com Deus, enquanto vivos estamos. 
Em Jesus cumpriu-se a promessa de Deus feita desde as origens da humanidade. E o fato de Jesus estar vivo e atuante na história, a partir do Pai,veio confirmar a esperança que depositamos em Deus de que a verdade e o bem, a justiça e a paz hão de triunfar, terão a última palavra, porque Deus é fiel.
"Ainda por um pouco, e o mundo não me verá mais; vós, porém, me vereis; porque eu vivo, vós também vivereis." João 14.19
"Porque Ele vive, posso crer no amanhã; Porque Ele vive temor não há."  
Porque Ele vive......
Faz toda a diferença!!!!
Glória a Deus, por isso! (Reflexão com base em mensagem anunciada na Comunidade, por ocasião da celebração da Ressurreição de Cristo, domingo 27/03/2016).