Postagens

Mostrando postagens de Agosto 2, 2009

A DECISÃO VITAL: ESTAR PERTO DE DEUS OU LONGE DELE!

O livro de Jonas em todos os seus quatro capítulos nos descreve momentos importantes e reveladores na vida do profeta. Lanço o meu olhar, inicialmente, sobre os versículos 1,2 e 3 do primeiro capítulo: “Veio a palavra do Senhor a Jonas, filho de Amitai, dizendo: Dispõe-te, vai à grande cidade de Nínive e clama contra ela, porque a sua malícia subiu até mim. Jonas se dispôs, mas para fugir da presença do Senhor, para Társis; e, tendo descido a Jope, achou um navio que ia para Társis; pagou, pois, a sua passagem e embarcou nele, para ir com eles para Társis, para longe da presença do Senhor.” Vamos desdobrar o texto em duas partes e extrair algumas conclusões:
I – PESSOAS QUE DECIDEM ESTAR LONGE DA PRESENÇA DO SENHOR
.
Há pessoas assim, que se dispõem a estar longe de Deus. Não querem Sua aproximação, simplesmente não acreditam nEle. O que sabemos de tudo isso? Que há dentro de cada um de nós – seres humanos – um conflito pessoal muito forte e latente. A questão é: Deus existe? Se não exis…

A ALEGRIA PELA LIBERTAÇÃO E RESTAURAÇÃO!

O salmo 126 nos mostra a alegria do povo judeu após o retorno dos exilados do cativeiro babilônico. Era natural que houvesse júbilo, pois a alegria surge natural e efusivamente após a opressão e a subseqüente conquista da liberdade, após a recuperação de algo perdido, enfim, após a restauração da dignidade e do direito à própria vida.
I - A ALEGRIA NOS CONDUZ AO ÊXTASE, COMO OS QUE SONHAM UM SONHO BOM.
Qual a conseqüência de sonho bom? Nossa boca se enche de riso e nossa língua de cântico. Nesse momento, muitas vezes ocorre, e aconteceu ali com os judeus, que se alegraram e experimentavam o gosto da liberdade, e o povo não-judeu (não crente em Javé) que habitava aquela região dizia sobre eles: Grandes coisas fez o Senhor a estes! Que coisa extraordinária! A libertação provoca isso. Muitos são os que ao se converterem ficam tão impactados com a Graça de Deus que ficam como os que sonham. E em conseqüência louvam, pois, quando somos ou nos sentimos libertos experimentamos forte gratidão e…