REFLEXÕES PASTORAIS COM GRAÇA

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

MESMO QUE HAJA IMPEDIMENTO, QUEM TEM UMA MISSÃO, UM PROPÓSITO DE VIDA, CONTINUA A ATUAR, ATÉ NA PRISÃO!

Muitas são as pessoas que diante de um obstáculo e de um forte impedimento, se veem forçadas a desistir, ou simplesmente desviam seu caminho e seguem por um atalho. O apóstolo Paulo estava em Roma, na prisão, cerca de 25 a 28 anos depois da crucificação de Jesus, quando escreve aos cristãos de Filipos. Paulo escreveu a carta para externar agradecimentos, mas também para fortalecê-los, mostrando que a verdadeira alegria vem unicamente de Jesus Cristo. Nossa reflexão aqui se fundamenta no capítulo 1 da carta aos filipenses. Para tanto, admitamos que você...
- fosse aprovado em um concurso público para um cargo federal que lhe proporcionasse independência financeira e sucesso para toda sua vida? 
- soubesse que irá receber uma herança que o colocaria entre os vinte maiores milionários brasileiros?
- simplesmente encontrasse a pessoa tão especial, tão sonhada e aguardada, para ser seu cônjuge?
- finalmente, fosse valorizado profissionalmente, em seu ambiente de trabalho que é bastante concorrido, e impiedosamente estressante e não muito motivador?
Precisa perguntar se você estaria feliz e se alegraria com isso? Creio firmemente que a resposta será óbvia, sim, sim, sim, sim, feliz e alegre você estará em qualquer uma dessas situações. Afinal, você sabe que cada possibilidade descrita constitui algo bom e desejável, portanto, você se sentirá FELIZ E ALEGRE, na realidade muito feliz e muito alegre! Não é verdade?
Mas e se...
- apesar de todos os esforços que há mais de três anos está empreendendo, você não consegue ser aprovado no concurso público federal que é seu sonho de realização profissional?
- seu casamento de dez anos está tão degastado que não há como impedir seu fim?
- sente tão desmotivado agora que acabou de perder uma grande chance de realização pessoal e profissional, quando inclusive esperava ser promovido no trabalho, foi demitido? 
- seu time de futebol, que há onze anos não se sagra campeão, teve a oportunidade de ouro, foi a final, mas no último minuto, perde a partida nos pênaltis?
Você ficaria feliz? Você estaria alegre?
Que pergunta estúpida, você diria!
Para a maioria das pessoas, felicidade e alegria dependem de acontecimentos.
Quando as coisas vão bem, tudo bem, elas  estão ótimas, felizes e alegres!
Alegrar-se, entretanto, é diferente de estar feliz, só porque as coisas estão indo bem.
Alegria é algo profundo; é uma felicidade íntima e segura, que geralmente acontece com quem conhece Cristo.
Leia Filipenses e descubra como você pode ser verdadeiramente feliz e contente, mesmo que a vida não esteja lhe sorrindo tanto.
O apóstolo Paulo poderia, uma vez que estava preso, ter silenciado e com desânimo e até desespero, ter entregue sua vida nas mãos dos algozes, esperando a morte chegar. Com isso, seu ministério teria cessado e tudo se acabaria ali!
Mas não, até da condição de preso, Paulo se aproveitou para fazer o Evangelho ir adiante (Fp 1.12).
Paulo usou sua forte liderança e nunca se desviou de sua missão. Ele estava determinado a levar sua marca aonde quer que fosse.
E com você, é assim que acontece? Aqui cabem duas perguntas em relação ao apóstolo Paulo. 
Como podia a consciência que Paulo tinha de seus propósitos, conservá-lo na batalha, mesmo estando aprisionado? O que mesmo ele aprendeu quando estava preso, que o fez persistir, negando-se a recuar? Paulo aprendeu sobre propósito! E o que é um propósito? É A RAZÃO DE SER DE UMA EXISTÊNCIA.
O que Paulo nos ensina sobre propósito em sua trajetória de vida apostólica e que se reflete nos ensinamentos de Filipenses:
1.     Um propósito irá motivar você. 
2.     Um propósito irá permitir que suas prioridades se firmem e se fortaleçam.
3.     Um propósito irá permitir que seu potencial seja desenvolvido. 
4.     Um propósito lhe dará forças para viver no presente,quer este seja bom ou   mau. 
5.     Um propósito ajudará você a avaliar seu progresso e a prosseguir sempre!
Qual é o seu propósito de vida? Você já se encontrou mesmo em Cristo? Ou ainda está a procurar? Cuidado...a igreja, constituída por homens e mulheres, não revelará a você o verdadeiro propósito de vida! Somente quem já encontrou Cristo, Aquele que acolhe, Aquele que ama incondicionalmente, Aquele cuja misericórdia e compaixão dura para sempre...  sente-se livre para amar, sem as amarras das ataduras do preconceito, sente-se alegre e feliz, mesmo em meio às desventuras da vida, porque aprendeu que é luz, que é sal, mesmo em meio às trevas e aos dissabores e “sem-sabores” da vida! Sabe- finalmente – que tem um propósito de vida: amar a Deus e amar ao outro e à outra, com muita intensidade, assim como ama a si mesmo! (Reflexão com base em mensagem anunciada na Comunidade, por este pastor, no culto de domingo 17/02/2013).