REFLEXÕES PASTORAIS COM GRAÇA

segunda-feira, 25 de agosto de 2008

O OLHAR DE JESUS LANÇADO SOBRE NÓS

Lc 13.10-17 nos apresenta um episódio em que Jesus estava em uma sinagoga. Era um sábado, e Ele ensinava. Ali havia, dentre tantas outras pessoas, uma mulher que padecia de uma enfermidade física e espiritual. O texto sagrado nos conta que ela estava possessa de um espírito de enfermidade, posto que há dezoito anos vivia olhando para o chão, encurvada, incapaz de andar ereta, ou mesmo sentar-se direito. Aquela mulher estava ali e é isso que inicialmente me chama a atenção. Outra pessoa talvez depois de tanto tempo de sofrimento, poderia ter ficado em casa, lamuriando-se, reclamando da vida ou de sua sorte. Mas ela estava ali, na sinagoga, na casa de orações. Ela estava ouvindo Jesus, disposta a aprender com Seus ensinos. Outro detalhe ainda se destaca: Ela não pediu a Jesus para ser curada. Ele simplesmente a viu ali encurvada e lançou, então, Seu olhar cheio de graça e misericórdia sobre ela, teve compaixão e a tocou. Ela foi curada e imediatamente glorificou a Deus pelo milagre. Quando o chefe da sinagoga O repreendeu por realizar a cura, desrespeitando a lei do sábado, Jesus falou da incoerência daqueles homens que levariam um boi ou um jumento para beber água em um sábado, mas eram contrários à cura da mulher que há dezoito anos vinha sofrendo. Ou seja, os religiosos judeus eram capazes até de valorizar animais, mas não o seu semelhante. E mais: Jesus chamou aquela mulher de “filha de Abraão”, já que normalmente somente se mencionavam “os filhos de Abraão” e assim Ele concedeu àquela mulher humilde uma posição de honra diante dos orgulhosos e soberbos religiosos, ao afirmar que ela também pertencia à família de Abraão. Depois do olhar de Jesus e de seu toque a “filha de Abraão” foi curada, endireitou-se, ficando completamente ereta e agradecia em brados a graça recebida. Assim como no passado continua no presente: posicione-se diante de Deus, congregue em uma igreja, participe da alegre comunhão com os da família de Deus, esteja aonde o olhar dEle possa alcançar você – ou seja, você precisa se dispor para estar com Ele – e, certamente Ele lançará o olhar sobre você e curará, libertará e salvará. (Síntese da mensagem deste pastor levada à Comunidade no culto de domingo 17/08/2008).

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]



<< Página inicial