segunda-feira, 12 de janeiro de 2009

PACIÊNCIA E CONSOLAÇÃO PRODUZEM ESPERANÇA

Os textos de 38 capítulos do livro de Gênesis ( Gn 12 – 50) nos relatam a saga de uma família, a do patriarca Abraão, incluindo Isaque seu filho, o neto Jacó, até seu bisneto José. A Bíblia aqui nos ensina algo extraordinário sobre fé, paciência e perseverança na espera por bênçãos e promessas do Senhor. Há poucos dias falei sobre José, agora me deterei sobre seu bisavô, seu avô e seu pai. Para que a análise de algo que aconteceu há alguns milhares de anos seja feita, necessário se faz que entendamos sua aplicação em nossas vidas, nos dias atuais. As últimas décadas do século XX e estes oito anos do presente século têm produzido nos homens e mulheres um misto de impaciência e imediatismo. As pessoas são e estão apressadas, impacientes e imediatistas. Ninguém mais quer esperar por ninguém ou por nada. O filho chora agora por que quer as coisas agora. Ai dos pais se não atenderam agora. As pessoas oram a Deus e não sabem, ou não estão dispostas, a esperar mais, simplesmente querem imediata resposta às suas orações. Mas a Bíblia nos ensina através de muitos exemplos na trajetória de vida de pessoas que desenvolveram muita paciência até o cumprimento das promessas. Vamos lançar nosso olhar sobre três homens de uma mesma família, conforme descrito nos textos citados em Gênesis.
1- ABRÃAO COMO EXEMPLO DA FÉ E PACIÊNCIA QUE PRODUZ ESPERANÇA. Ele começou a ouvir a voz de Deus com promessas de que seria pai de muitas nações aos 75 anos de idade. Apesar de promessa 11 anos se passam e aí Sarai sua esposa perde a paciência, entregou sua escrava Hagar à Abraão e eis que nasceu Ismael, mas que não era o filho da promessa. Abraão continuou esperando. Mas foi somente quando tinha 100 anos que Abraão viu o filho Isaque nascer. O cumprimento da promessa havia demorado 25 anos!
Do nascimento de Isaque até o monte Moriá (lugar de sacrifício para Isaque) passam-se mais 14 anos. Ao todo foram 39 anos de esperança, para ao final, Deus pedir uma prova da fé de Abraão e
que ele abrisse mão de seu filho, e o sacrificasse.
Imagine você... Um projeto de 39 anos e Deus pede que você abra mão dele. O que você faria?
2- ISAQUE COMO EXEMPLO DA FÉ E PACIÊNCIA QUE PRODUZ ESPERANÇA
Ele esperou a concepção de um filho por 20 anos. Nasceram dois: Esaú e Jacó. Após o desentendimento, o engano, a mentira, a trama traiçoeira, a separação dos filhos, esperou o filho Jacó voltar para casa por 20 anos. Esperou a reconciliação dos filhos por 20 anos. Há quanto tempo você espera pela bênção?
3 – JACÓ COMO EXEMPLO DA FÉ E PACIÊNCIA QUE PRODUZ ESPERANÇA
Ele aos 71 anos ainda estava solteiro. Namorou por pouco tempo e ficou noivo por 7 anos. Como se casou com a irmã da mulher amada (foi enganado), para se casar com a outra filha de seu tio Labão, Raquel , teve que trabalhar mais 7 anos. Esperou 20 anos para que a ira de seu irmão Esaú – a quem havia enganado – se abrandasse. Ficou, finalmente, mais 20 anos sem José, seu filho mais querido, que havia sido vendido aos midianitas, mas que julgava morto. Você suportaria tudo isso, sem desistir e entregar-se ao desespero?O apóstolo Paulo em Rm 15.4 afirma... ”Porque tudo o que dantes foi escrito, para nosso ensino foi escrito, para que pela paciência e consolação das Escrituras tenhamos esperança”. Glória a Deus pelo que está escrito na Bíblia, que os exemplos de fé e perseverança nos ajudem a suportar as dores e os desconfortos provocados pelo tempo - dias, semanas, meses e anos – da chegada da bênção em nossas vidas. Aprendamos, pois, com estes homens falhos, incompletos, pecadores, como nós, mas tementes a Deus, a confiar mais, a pedir a Ele um coração paciente e perseverante, sabendo que o Pai tem o Seu tempo para realizar em nós Sua vontade. O salmo 37 precisa ser uma verdade em nossas vidas: a despeito da maldade, das perseguições, da prosperidade do ímpio e dos maus caminhos dos malfeitores, apesar do aparente silêncio do Senhor e da bênção que está demorando a chegar ... “Confia no Senhor....(v.3); “Deleita-te também no Senhor”... (v.4); “Entrega o teu caminho ao Senhor; confia nEle’... (v.5)....”Descansa no Senhor, espera nEle”.....(v.7); “Espera no Senhor e guarda o seu caminho”... (v.34). (Síntese da mensagem deste pastor levada à Comunidade no culto de domingo 11/01/2009)

Nenhum comentário: