REFLEXÕES PASTORAIS COM GRAÇA

quarta-feira, 29 de julho de 2009

O SENHOR QUE SE FAZ PRESENTE, SEMPRE!

Em Dt 31.8 Moisés fala a Josué que o sucederia: “O Senhor, pois, é aquele que vai adiante de ti; Ele será contigo, não te deixará, nem te desamparará; não temas, nem te espantes”. Assim é o nosso Deus, sempre se faz presente em nossas vidas. Ele sempre vai adiante daqueles que O amam e O adoram. Não importam as aflições, os temores, a sensação de solidão, mesmo em meio às multidões que nos cercam, não importam os problemas, enfim, pela fé sei que posso prosseguir para o alvo, para Cristo. Hb 11.1 nos dá uma extraordinária definição de fé: certeza das coisas que se esperam e convicção das coisas que não se vêem. Fé é saber que acontecerá, quando há incertezas, quando apenas se espera, fé é ver quando há apenas névoas e escuridão. Fé é confiar naquilo que os olhos não podem ver. Eis alguns exemplos de fé:
- os olhos vêem o leão faminto, a fé vê o anjo de Daniel;
- os olhos vêem a tempestade, a fé vê o arco-íris de Noé;
- os olhos vêem gigantes, a fé vê Canaã;
- os olhos vêem a fornalha, a fé vê o quarto homem;
- os olhos vêem uma mulher bonita tomando banho na varanda e que levou Davi a pecar, a fé vê o arrependimento, a graça e o perdão do Pai.
A nossa condição de pecadores afasta-nos de Deus, mas o arrependimento e a confissão dos pecados, aproximam-nos dEle, possibilitando que sejam liberadas todas as bênçãos prometidas. Não adianta encobrir pecados. I Jo 1.8,9 nos alerta: “ Se dissermos que não temos pecado, enganamo-nos a nós mesmos, e não há verdade em nós. Se confessarmos os nossos pecados, Ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados, e nos purificar de toda a injustiça”. Prestamos a nós mesmos um desfavor quando justificamos os nossos atos e encobrimos os nossos pecados. Certa vez, conta um pastor, que sua filha fincou uma farpa no dedo. O pai levou-a até o banheiro e apanhou pinça, anti-séptico e band-aid. Ela não gostou do que viu e disse: Só quero o band-aid. Algumas vezes somos como essa filha. Vamos a Cristo com os nossos pecados, mas tudo que queremos é uma cobertura. Desejamos escapar ao tratamento, pois, muitas vezes, é muito dolorido. Queremos esconder os nossos pecados. Como Deus pode curar algo que negamos? Como Ele pode tocar algo que encobrimos? Por isso na presença do Senhor não tente se esconder. Na presença dEle, seja você mesmo, um pecador, buscando santidade. Olhe-se ao espelho e o que você verá? Seus olhos ao encontrar o espelho podem até enxergar um pecador, um fracassado, alguém incapaz de cumprir com suas promessas e votos. Mas pela fé, olhe-se novamente no espelho, e você verá um pródigo vestido com um lindo manto, usando no dedo o anel da Graça e tendo na face a marca do beijo do Pai. Glória a Deus, por Sua presença em minha vida e em sua vida! (Síntese da mensagem da pastora Isabel Cristina levada à Comunidade no culto de domingo 19/07/2009)

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]



<< Página inicial