REFLEXÕES PASTORAIS COM GRAÇA

terça-feira, 10 de novembro de 2009

ALÍVIO NA INQUIETAÇÃO E NA ANSIEDADE..!

O apóstolo Paulo em Fp 4.6,7 nos ensina muito sobre inquietudes e ansiedades e quero ministrar algo que não pode deixar de ser compreendido pelos discípulos do Senhor e por todos aqueles que ainda não entenderam que a Bíblia é o livro dos livros, e que substitui qualquer outro, inclusive e principalmente livros de auto-ajuda e semelhantes. Na referência bíblica citada, podemos extrair alguns pontos que ajudam a compreender que, em Cristo, há alívio para as inquietações e as ansiedades: 1) HÁ UMA ORDEM E ESSA ORDEM PRECISA SER ENTENDIDA E OBEDECIDA: a ordem é clara, não devemos andar e viver ansiosos por coisa alguma. Quer sejam problemas de natureza financeira, materialmente falando, ou outros tantos sobre relacionamentos, enfim, não importam quais sejam ou forem as dificuldades, os desertos que atravessamos, as tempestades e os tufões que enfrentamos, aprendamos que não podemos ficar abatidos pela ansiedade que a tudo corrói. 2) HÁ UM CAMINHO A SEGUIR: se ainda assim formos assolados pelas dúvidas, pelas inquietações e ansiedades aprendamos que existe um caminho a seguir. É preciso fazer chegar ao Senhor os nossos pedidos, expor a Ele as nossas necessidades em forma de oração e súplicas. Acredite, quando oramos ao Senhor e na certeza de sermos ouvidos e atendidos, de pronto já agradecemos, ou seja, como nos ensina o texto bíblico, quando já expressamos ações de graça, isso agrada ao coração de Deus e podemos esperar confiantemente, pela fé, que a resposta de Deus virá. 3) EM DECORRÊNCIA DO CUMPRIMENTO DA ORDEM E DO CAMINHO SEGUIDO, EIS QUE É EXPERIMENTADA A PAZ DO SENHOR: quando entregamos ao Senhor as nossas inquietações e ansiedades, quando aprendemos a orar e a buscar o Espírito Santo que nos faz frutificar com o Seu fruto (Gl 5.22), temos a paciência (longanimidade) para esperar no Senhor e aí há Paz, não uma paz qualquer, banalizada, mas a paz que transcende a tudo e que excede todo entendimento.
Finalizando, e continuando a leitura até o versículo 13, fica tudo ainda mais claro e aprendemos que quando algo nos precocupar não podemos permitir que a ansiedade chegue e se instale, é preciso orar a Deus, é preciso esperar pelo Senhor, e deixar que se instale em nós a Paz de Deus e o Deus da Paz. Quando isso ocorre, eis que há:
- o desaparecimento da ansiedade;
- o florescimento de ações de graça;
- a santificação do pensamento (v.8), pois levamos nosso pensamento ao que é verdadeiro, respeitável (honesto), justo, puro, amável e de boa fama;
- o contentamento verdadeiro e real em toda e qualquer situação, seja boa, ou não (v.11 e 12), e,
- a plena confiança no poder de Deus (pois aí TUDO POSSO, em Cristo que me fortalece), v.13.
(Síntese da mensagem deste pastor levada à Comunidade no culto de domingo 08/11/2009)

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]



<< Página inicial