segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

COMO DEVE O CRISTÃO VIVER?

O cristão deve viver procurando agradar a Deus. E como se agrada Deus? Em Efésios 4.1-5.20 o apostolo Paulo nos ensina sobre isso.A igreja de Éfeso em muito se assemelha à dos nossos dias, que está cheia de pessoas oriundas de diversas crenças, muitas até sem um sentido para suas vidas. Como naquela época, a igreja continua recebendo pessoas que necessitam passar por grandes mudanças em seus comportamentos e atitudes. Paulo queria o melhor para aquele grupo de fiéis e deu-lhes alguns princípios básicos para que se relacionassem bem uns com os outros e prosperassem na fé. Mas acima de tudo, estava a ideia de que deveriam antes agradar a Deus.  Jesus seria glorificado no todo que eles formavam se cada pessoa vivesse de acordo com os Seus ensinos. Paulo forneceu a eles e a cada um de nós três regras básicas de como agradar a Deus:
1) PARA AGRADAR A DEUS É PRECISO FALAR A VERDADE
Nossos pensamentos devem ser os corretos, nossa voz deve expressar a verdade e nossa conversa deve ser sadia. Como antes, ainda hoje o Senhor quer que a verdade domine nossas mentes e nosso falar.
2) PARA AGRADAR A  DEUS É PRECISO IMITAR JESUS
Assim como antes, com os efésios,  devemos abandonar a impureza, a ira, o roubo, a preguiça e outras qualidades negativas. Em lugar disso, deveremos desenvolver a santidade, a prontidão para o trabalho, a boa vontade, a compaixão, o perdão e muitas outras qualidades positivas. Em resumo, os cristãos devem agir como Jesus faria, em todas as situações. Cristo continua sendo nosso melhor exemplo.
3) PARA AGRADAR A DEUS É PRECISO VIVER NA LUZ
Assim como antes, com os efésios, muitos são os que hoje, antes de conhecerem, viam o Senhor e Sua luz como inimigos. Por isso, Paulo insistiu e continua insistindo conosco que devemos andar e viver como “filhos da luz”, em um viver diário que resulte em bondade, justiça e verdade. E para que tudo isso seja possível é necessário que deixemos a luz de Cristo atrair-nos para uma vida mais frutífera nEle. Pense sobre isso!
UM COMENTÁRIO SOBRE Ef 4.2:
Diferentemente do que muitos pensam, não há como entender Ef 4.2, “suportando-vos uns aos outros em amor”, com o sentido de tolerar, ao ponto de usarem exemplo como “não gosto dele, mas sou obrigado a suportar por obediência à Palavra”. Não, decididamente, não é este o ponto! Suportar é algo que está muito além desta concepção. Significa sustentar, estar debaixo de, e sofrer por. Muitas vezes somos intolerantes com o outro, não aceitando seu jeito de ser, suas fraquezas, ou sua queda. Mas a atitude cristã deve nos levar a suportar (dar suporte, apoiar, ajudar com a carga). É assim suportando – dando suporte, sustentando - o caído que mostraremos o verdadeiro amor. Quantos não estão sem forças para vencer o pecado, sem forças para superar suas perdas, com cargas tão pesadas que não podem se levantar. É aí que o Senhor nos chama para “levar as cargas uns dos outros”, para “suportar-nos em amor”, para servirmos de apoio para aquele que não tem forças sozinho para continuar a jornada! Cristo é o nosso grande exemplo de amor, compaixão e superação. Por Ele, por amor a Ele, agiremos com compaixão, buscando fazer o bem, verdadeiramente sem olhar a quem! E o Senhor que é Misericordioso, nos suportará, sempre! (Reflexão com base em mensagem anunciada na Comunidade, por este pastor, no culto de domingo 13/01/2013).

Nenhum comentário: