terça-feira, 30 de abril de 2013

FIDELIDADE A DEUS E UMA FÉ INQUEBRANTÁVEL LIVRAM ATÉ DE FORNALHA ARDENTE!

O capítulo 3 do livro de Daniel nos descreve um episódio extraordinário e digno de uma reflexão mais apurada! Nabucodonosor, rei da Babilônia, mandou edificar uma estátua sua de grandes proporções( 27 metros de altura por 2,7 metros de largura) e ordenou que todos os seus súditos, sem exceção, ajoelhassem e adorassem a estátua de ouro. Para os desobedientes haveria uma penalidade: seriam jogados em uma fornalha acesa para morte imediata. Naqueles dias de exílio, havia mais de 100.000 judeus em todo o reino, mas apenas três jovens que o texto sagrado destaca com seus nomes babilônicos, Sadraque, Mesaque e Abednego não se curvaram e por isso foram denunciados e, levados à presença do rei, não se calaram, antes reafirmaram sua fé no Deus de Israel e, por isso, foram sentenciados à morte. Com firme ousadia e coragem, os três jovens, convictos de sua fé, negaram-se a adorar um deus estranho. E quanto a nós, permanecemos firmes e não nos curvamos diante de outros deuses, ou vacilamos?
I - UM ALERTA PARA OS QUE SE CURVAM PARA OUTROS DEUSES:
Em muitas áreas, diariamente, deparamo-nos com situações em que somos postos à prova. Se aceitarmos, por comodismo ou conveniência, estaremos como que nos curvando diante de ídolos e adorando a outros deuses. Vamos analisar quatro dessas áreas:
1. Nos negócios: Muitos são os que não resistem ao poder do dinheiro e ao status das celebridades, e a eles servem, pois suas mentes e corações estão permanentemente em busca da satisfação pessoal; assim, somente os ganhos e os lucros importam!Cuidado para não se curvar diante do deus dinheiro!Você é assim?
2. Nas posturas e nas ideias: Muitos são os que, por necessidade de ser aceito, reconhecido e fazer parte de um grupo e ser admirado, aceitam desagradar a Deus e afirmam ideias, assumindo posturas em que, convenientemente, tiram proveito, embora tal atitude, a médio e longo prazo tragam prejuízo espiritual!Você é assim?
3. Nos relacionamentos: Muitos são os que, para manter e conservar um relacionamento, até por medo de solidão e isolamento social, aceitam a influência perversa de outros, e se curvam diante de seus deuses.Você é assim?
4. No trabalho: Muitos são os que são constrangidos e se corrompem em seus empregos. Sonham com cargos públicos, não com o propósito de servir, mas com o de se locupletar, ilicitamente ganhar. Outros, em cargos privados, usam e abusam de privilégios, intimidam e assediam, moral e sexualmente seus subordinados. Mais grave ainda: há outros que sofrem assédios e simplesmente se calam, pois temem ser demitidos! Aqueles têm o poder como deus; estes, têm o apego ao emprego como deus. Você é assim?
II. O QUE ACONTECE QUANDO TOMAMOS ATITUDE DIANTE DE DESAFIOS E NÃO NOS CURVAMOS PARA DEUSES:
Diante de obstáculos em nossa caminhada com Cristo temos apenas uma atitude a tomar e não se trata de lutar ou protestar contra as astutas ciladas do inimigo, mas a de assumir uma postura firme e coerente com os princípios do Evangelho (Diante da pergunta do rei sobre sua negativa em prestar culto ao deus babilônico, os três jovens afirmam que não se defenderiam da acusação de não se curvar, baseado em dois princípios: v. 17- " Se o nosso Deus, a quem adoramos, quiser, Ele poderá nos salvar da fornalha e nos livrar de seu poder, ó rei"; v.18- " E mesmo que o nosso Deus não nos salve, o senhor pode ficar sabendo que não prestaremos culto ao seu deus, nem adoraremos a estátua de ouro que o senhor mandou fazer"). 
A atitude de não se curvar diante de tentações do pecado e da idolatria traz consequências graves que constituem perdas e ganhos.E essas perdas são grandes. Se você não aceitar a corrupção em seu trabalho ou nos negócios, pode ser excluído do grupo, pode perder o cargo ou a posição, pode perder amigos, clientes e muito dinheiro. Se não aceitar o "esquema", as "jogadas", não se sairá bem, pois os que praticam isso, ganham "todas"! Se não aceitar certas ideias e não se comportar como a maioria pode sofrer discriminação e até perseguição! No geral, pode-se perder namorados, maridos, mulheres, e amigos!Os três jovens judeus, ao desafiarem a ordem suprema do rei, por contrariar sua fé e sua fidelidade à Deus, sofreram a penalidade máxima: a condenação à morte terrível, sendo lançados na fornalha super acesa, pois o rei, indignado, havia mandado que o  combustível (lenha) fosse aumentado em sete vezes mais do que o normal.
Mas os ganhos para os cristãos - verdadeiramente tementes a Deus e providos de fé e fidelidade - são muitos. Os três jovens tinham fé e sabiam que Deus poderia livrá-los. Eles sabiam que qualquer que fosse a resposta de Deus - sim, livramento; não, morte - o resultado seria de vitória. Na morte, estariam com o Senhor, por toda a eternidade. E se vivessem, Deus os abençoaria. O texto sagrado nos mostra, finalmente, que a vitória com o Senhor é mais que completa, é total! Após o milagre do livramento da fornalha, quando Deus se fez presente (o quarto homem, o anjo, Jesus), o rei exaltou o Deus de Israel e ainda colocou os três jovens em cargos ainda mais importantes na província da Babilônia. O que mais aprendemos com este episódio bíblico? Quando por obediência a Deus nos sentimos como em uma fornalha acesa, nunca estamos sós, o Senhor está conosco.Às vezes, parece-nos que estamos em uma fornalha que nos consome. Não é fácil enfrentá-la. Mas se tivermos fé e nos colocarmos na dependência de Deus, seja qual for o desfecho, a vitória será nossa, pois o Senhor estará presente para trazer o livramento! Pense nisso e pratique, aja com fé e seja fiel a Deus. A resposta, creia, virá! (Reflexão com base em mensagem anunciada à Comunidade, por este pastor, no culto de domingo 28/04/2013).

Nenhum comentário: