terça-feira, 7 de janeiro de 2014

É PRECISO PRESTAR ATENÇÃO NOS MOTIVOS E NAS RAZÕES QUE NOS LEVAM A FAZER OU DEIXAR DE FAZER ALGO NA CAMINHADA COM CRISTO!

Os nossos motivos e nossas razões, geralmente, determinam a direção que estaremos seguindo.
Em 1 Timóteo 6.1-16 o apóstolo Paulo adverte seu discípulo - e a todos nós - sobre os falsos mestres (pessoas que exercem liderança na comunidade de fé), a riqueza e as motivações que nos levam a fazer ou deixar de fazer algo.
Para Paulo os motivos certos são mais importantes do que a tomada de decisões certas.
Eis os ensinamentos de Paulo sobre liderança e motivação: 1)   Os motivos errados e sua evidência (v.3) – Se alguém ensina alguma doutrina diferente e não concorda com as verdadeiras palavras de Jesus Cristo e com os ensinamentos cristãos, essa pessoa está cheia de orgulho e não sabe nada. Em síntese: a doutrina aqui ensinada pelo líder se desvia e o seu ensinamento não produz piedade e justiça.2)    Os motivos errados e sua natureza (v.4,5) – Discussão e brigas a respeito de palavras é como uma doença nessas pessoas. Daí vêm invejas, brigas, insultos, desconfianças maldosas e questionamentos sem fim, como costumam fazer as pessoas que perderam o juízo e não têm mais a verdade. Essa gente pensa que religião é uma fonte de enriquecer. Em síntese: líderes orgulhosos produzem divisões e têm em vista ganhos pessoais. 3)   Os motivos errados e seu resultado (v. 9,10) Os que querem ficar ricos caem em pecado, ao serem tentados, e ficam presos na armadilha de muitos desejos tolos, que fazem mal e levam as pessoas a se afundarem na desgraça e na destruição; pois o amor ao dinheiro é fonte de todos os tipos de males. E algumas pessoas, por quererem tanto ter dinheiro, se desviaram da fé e encheram a sua vida de sofrimentos. Em síntese: O líder cai em tentação, desvia-se da fé e destrói a si mesmo.
Após lermos e relermos todo o texto, devemos refletir. Cuidado com os motivos que movem você! Para prosseguir a caminhada quais os fundamentos que se precisa ter em mente?
- quando um cristão atua baseado em motivos equivocados, muitas aflições recaem sobre ele.
- a caminhada espiritual com Cristo traz benefícios apenas quando as recompensas não nos controlam.
- assuma que prosperidade é tudo o que de bom vem da parte de Deus, que vá além de casa e comida.
- procure estar contente com aquilo que Deus lhe tem dado e o lugar onde lhe colocou.
- Mas não se conforme, nem esteja contente, antes, sinta-se insatisfeito com sua busca por Deus e com sua disponibilidade para servir mais na obra dEle.
Atente para este alerta: Motivos errados podem levar a ações erradas e podem desqualificar você para assumir posição de liderança na obra do Senhor!
Finalmente, uma pequena observação sobre a insatisfeita natureza humana e a necessidade de contentamento com o que temos e com o que somos:  
Nos v. 7 e 8 a orientação bíblica é a que se tivermos com o que nos sustentar – comer, habitar, beber, vestir – devemos estar contentes e realizados.
Mas como isso é difícil!
Geralmente, o ser humano não se sente satisfeito com o que tem e com o que é!
A criança deseja ser adolescente! O adolescente deseja logo ser jovem! O jovem já deseja ser adulto e completamente independente!
Adulto, logo já pensa em se casar! Casado, já sonha com os filhos!
Contentamento parece ser algo difícil! Temos algo agora, mas amanhã já não nos satisfaz e queremos mais...! Parece que isso não cessa nunca!
E quanto a você? Está satisfeito e contente com o que tem? (Reflexão com base em mensagem anunciada na Comunidade, por este pastor, no culto de domingo 05/01/2014).

Nenhum comentário: